1 de abr de 2012

um debate fora do lugar

O debate em torno da ditadura tem me impressionado muito, efetivamente. Hoje, depois de tudo o que aconteceu, depois do desastre social, cultural, educacional, político e civil que representou a ditadura, me sinto absolutamente desconfortável em ter que pensar a ditadura como se ela tivesse tido algum papel, alguma legitimidade. Para mim, não é possível naturaliza a possibilidade do que aconteceu. Qualquer manifestação que tente resgatar “aspectos positivos” acaba se engajando no absurdo, acaba colocando a ditadura como se fosse uma outra possibilidade ao estado de direito. Assim, o que me parece inacreditável é que tenhamos que estar aqui lembrando que a ditadura não é uma possibilidade, não interessa o que eu acho da Dilma, do Fernando Cardoso ou de um general qualquer. Não interessa. Ou negamos a possibilidade da ditadura ser "um possível" ou vamos ter que entrar no mérito do: "será que vale a pena?". O que é inacreditável é ver uma certa adesão ao discurso dos ex-torturadores que pretendem recolocar a ditadura como uma possibilidade entre outras.