14 de jul de 2015

Direitos trabalhistas

Em 2011, durante a crise europeia, as empresas automotivas instaladas no Brasil fizeram uma remessa de lucro de US$ 5,58 bilhões.
Sucesso total. O Brasil vendia bem carros e caminhões e segurava os empregos na Europa.
Em 2015 as montadoras vendem muito menos. Mas não é possível pensar em uma empresa dessas estará no país sem lucro efetivos.
Não há problema. O Brasil subsidia e muda as regras trabalhistas.
Se cada um dos 240 mil empregos que, segundo o governo, serão poupados com o subsídio estatal recebesse 5 mil reais por mês, apenas a remessa de 2011 seria suficiente para cobrir com folga 12 meses de salário para todos os 240 mil empregados.
Mas, é claro que a regra que vale para a Grécia vale também para o Brasil.


Imagem: Vênus grega atualmente no British Museum

Nenhum comentário: