4 de dez de 2013

Mostra Cinema e Direitos Humanos - Homenagem a Vladimir Carvalho


Prezado Vladimir, amigos e colegas de engajamentos

Muito me toca estar aqui hoje, como Coordenador da Mostra e Chefe do Departamento de Cinema da UFF.

Poder apresentar uma mostra em homenagem a ti, Vladimir, é antes de tudo um agradecimento.

Os que se interessaram pelo Brasil, pela democracia e pelos direitos humanos aprenderam nesses teus tantos anos de carreira a acompanhar a tua trajetória de cineasta interessado em documentar o país e seu povo.

Sabemos, meu caro, que documentar para ti não é fazer um cinema apenas explicitando o que o mundo já nos apresenta, mas uma forma de invenção e criação de uma sociedade mais justa em que cada um tenha o direito de fazer diferença na comunidade em que vive.

Não é esse o nosso ideal de democracia, ou a democracia do documentário? Uma democracia que sabe das potencias de vida, das capacidades políticas e inventivas dos homens e mulheres comuns?

Teu cinema trouxe o sertão para o grão da película e, especialmente aqui, em Brasília, se dedicou a contar as histórias dessa cidade, a questionar seus espaços de exclusão, fazendo do cinema um projeto rigoroso e urgente.

Como professor na UNB, segues como uma inspiração para nós que cotidianamente estamos na universidade.
Nas artes e no engajamento político, as hierarquias entre professores e alunos se dissolvem, e nos vemos todos no mesmo barco, escutando atentos aos homens e mulheres que o cinema insiste em fazer presente, respeitando suas formas de vida, seu direito às riquezas da comunidade e à diferença que os singulariza.
Pois foi com esses alunos também que essa Mostra foi produzida; aqui também vens como inspiração.

 Nesse espírito, assistiremos um breve vídeo feito para o dia de hoje.

Caro professor, cineasta, colega.
Em nome da Mostra, da UFF e de todos os parceiros,
Muito obrigado!



Nenhum comentário: