27 de jun de 2012

nostalgia da centralidade ou do esvaziamento da política

Link para uma pubicação na revista da PUC/RJ.
Artigo em coautoria com Ednei Genaro

Resumo:
Através de um mapeamento de discursos e práticas, o artigo identifica movimentos em que se produz uma nostalgia das centralidades que legitimam, julgam e hierarquizam comunidades, indivíduos e estéticas. Argumentamos que tal nostalgia perfaz, na verdade, uma forma de se esvaziar a política e, consequentemente, de se retirar dos jogos de poder aqueles que não são acompanhados de uma legitimidade que anteceda suas práticas. Ou seja, em oposição às centralidades nos esforçamos para pensarmos as construções em rede e a política como a possiblidade do “um qualquer” fazer diferença na comunidade.
Palavras-chave
Política; Internet; Rede; Mediação; Educação.

Nenhum comentário: