3 de fev de 2008

Bolívia, por Negri e Cocco

Antonio Negri e Giuseppe Cocco escrevem sobre a Bolívia.

Lembrando:
O recente papel da Governo Lula e da Governo do Chile (Michelle Bachelet) foi extremamente importante no momento em que defenderam a Bolívia unida contra a chantagem separatista daqueles que defendem a privatização dos recursos naturais.

Abaixo um trecho da entrevista com Francisco Carlos Teixeira da Silva
"O Evo (Morales) falou uma coisa que é muito interessante – mais do que uma posição política, é quase uma filosofia de história. Quando ele disse que iria nacionalizar o petróleo, o gás, etc, diziam que os investimentos iriam embora. E o Evo respondeu a isso da seguinte forma: 'nós éramos um povo digno, roubaram a prata, ficamos pobres; depois, eles vieram, roubaram o guano ( externo das aves do litoral), ficamos ainda mais pobres, e perdemos o litoral; depois, roubaram o manganês e continuamos pobres; agora, eles querem o petróleo, e nós vamos continuar pobres'. Quem já perdeu tanto, falar que não vai ter investimento..."

Nenhum comentário: