24 de set de 2007

Por que somos contra a propriedade intelectual? Pablo Ortellado

André Brasil me mandou esse ótimo artigo que conta a história da noção de propriedade intelectual, de Jefferson até o Linux.

Uma das atenções do artigo está na diferença entre crime e desobediência civil, um distinção que eu poderia ter discutido no artigo Tropa de Elite e a crise da propriedade imaterial

"A desobediência civil, como se sabe, é muito diferente do crime. O crime é
uma violação de lei clandestina, feita às escondidas e com o entendimento
de que a lei que se viola é legítima. A desobediência civil, por sua vez,
é uma violação pública das leis motivada por seu caráter ilegítimo. A
desobediência civil se faz abertamente e ela não reconhece que a lei que
está sendo infringida seja justa."
Pablo Ortellado


2 comentários:

paoleb disse...

muito bom isso. hoje tivemos uma discussão sobre na sala. - se exibo as imagens geradas por cctv's que emitem sinais que minha antena capta, posso ser processado ou preso? um aluno disse - se for preso o trabalho fica melhor ainda (o que deflagrou o debate foi o trabalho da canadense michelle teran, "life: user's manual" do qual soube via blog fernanda)outro ficou batendo na tecla - mas e a propriedade privada. mas aí a turma em coro - e as nossas imagens são propriedade de alguem? podem ser? e a legislação inglesa? enfim, estou a escrever sobre meu paper pra coneco hasta mañana bjp

Dado disse...

Muito bom seu artigo, Cezar, assim como a crítica do Duda também, embora a mim o filme tenha incomodado mais (vi no dvd "público").
Mas a última que vi do Padilha foi o argumento em entrevista que entre o dvd pirata e a cópia do filme no cinema "tem um investimento de um milhão de dólares"!
É, terei que ir ao cinema ver esse milhão...
abraço!