28 de jul de 2007

Cansei, OAB e Borges D' Urso

A OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil- São Paulo) lança uma campanha publicitária que os idealizadores chamam de Cansei; "Cansei do caos aéreo", "Cansei de bala perdida"

Não bastasse o patético da maneira de fazer política, expressando a desistência, a impossibilidade e a fraqueza, o presidente da AOB-SP, Luiz Flávio Borges D' Urso, vêm a público dizer que se trata de uma campanha apolítica, ou seja a mediocridade no modo de fazer política se soma à vergonha em fazê-la.

D' Urso diz na Folha ser uma manifestação "contra tudo que está acontecendo no país".

Como um adolescente o presidente e a OAB-SP se põem a gritar contra tudo, preferem a ação inócua. Nesse sentido a campanha não é política mesmo, pois não é nada.

Se a OAB-SP e seu presidente estão cansados, que descansem e voltem à luta.

OAB-RJ diz que que movimento é golpista e elitista


6 comentários:

Fernanda Bruno disse...

Lamentável essa campanha "hibernante". Uma observação: essa campanha foi lançada pela seccional de São Paulo, da qual o d'Urso cansado é presidente. Não se trata, creio, de uma campanha federal da OAB, mas sim regional.

a propósito, já está por aqui??
beijos,
Fernanda

Migliorin disse...

Obrigado Fernanda, já corrigi a informação.
Estou no Rio sim.
Até breve né?
Bjs
Cezar

Vinícius Reis disse...

Engraçado como eles não se cansam de viver na cidade que tem a maior frota particular de helicópteros da AL, a maior desigualdade social, a maior concentração de renda...
Essa elite paulistana é de lascar!
Saudades do Faoro!
Abraços,
Vinícius.

Migliorin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Migliorin disse...

é isso né Vinícius, felizmente essa campanha já morreu, foi destruída por todos.
Ainda um comentário;
Acredito que a força de uma ação política está no que ela permite que apareça como fala e como gesto. Só uma ação autoritória pode se acreditar porta-voz de tudo que há para ser dito e é justamente isso que faz essa campanha paradigmática dos reacionários; uma mistura de autoritarismo com descrença na política.

Ocupação disse...

As pessoas deviam parar de viver na própria bolha e começar a pensar no sistema educacional brasileiro. A educação passa por uma grave crise, prova disso são as mais de 10 universidades federais ocupadas, a PUC-SP e Fundação Santo André. As reformas neo-liberais implementadas pelo governo, tanto nas federais quanto nas particulares (o TAC), acabam com a pouca educação de qualidade que temos.
Os brancos de classe média e alta devem saber que somos (pq eu tbm sou um) exploradores desde o princípio. Temos uma dívida com a comunidade negra, indígena e aborígena de séculos de exploração!!! A Europa escondeu a exploração desses povos na África. A América não conseguiu esconder a desigualdade social em outro continente, mas tenta esconder com a televisão, o carnaval, o futebol e os reacionários de carteirinha (como por exemplo o movimento "Cansei" - uma verdadeira palhaçada auto-intitulada de apolítica). Apolítica é o caraleo, porque ficar em cima do muro é tomar partido dos que exploram!!!
Acorda pra vida, não adianta fechar o vidro do carro, porque uma hora você vai esquecer ele aberto e vai tomar bala na cara. Um disparo que vem de um explorado que vê a TV exarcebar o consumo desenfreado e de um pai de família que tem 8 bocas para sustentar (não de um bandido)!!!
Falam tanto de traficante, mas esquecem que ninguém gosta de ser traficante. Essas pessoas foram largadas e despejadas pela sociedade, se aglomeram em barracos numa condição de vida subhumana. Agora você quer culpar esses caras pelos problemas do país? E os filhos da puta de colarinho branco que passam o dia no escritório, no planalto central e em outras repartições cheirando pó e canetando documentos? E os desembargadores filhos da puta que liberam a passagem de droga no aeroporto, ganham uma grana preta? mas quando o bicho pega eles colocam no cú do negro e pobre!!!
Acorda pra vida, porque ela não é um mar de rosas, nem um apartamento na paulista, nem no leblon, nem uma casa de frente pro mar!!! A vida é cruel pra muita gente, mas a bolha impede que se enxergue isso.
Enquanto agricultores jogam tomate e laranja fora pra aumentar o preço da safra, milhões morrem de fome. Enquanto os laboratórios farmacêuticos produzem e vendem remédios contra o HIV caríssimos, milhões morrem de AIDS e outras doenças. Não se enganem!!! Saibam que a quantidade de alimentos produzidos no mundo em um único dia daria para alimentar toda a população mundial por trÊs (3) dias!!!
As empresas privadas, a Igreja inquisitora e os Estados não querem acabar com os problemas mundiais. Eles querem mamar às custas da população mundial!!!
Acordem pra vida!!! O cansaço está no rosto de um senhor de 60 anos que trabalha como pedreiro embaixo dum sol de 35°, não num burocrata da OAB que fica atrás de uma mesa com o ar condicionado ligado.
A luta é contínua! Dure quanto dure!
Força camaradas!!!