29 de jun de 2007

ZKM - Ki-bong Rhee


Entre muitos trabalhos de singular força e beleza que o ZKM, em Karlsruhe, na Alemanha, apresenta na exposição Thermocline of Art: New Asian Wave, começo destacando dois trabalhos do coreano Ki-bong Rhee. No primeiro - Bachelor - The dual body - o artista construiu uma espécie de aquário que a primeira vista parece uma grande televisão. No interior do objeto um livro, com as páginas abertas faz delicados movimentos no interior de um líquido azul.



Na segunda instalação - Extra-Ordinary-Late-Summer - Rhee construiu uma sala em que uma chuva permanente cai sobre uma mesa de estudos onde repousa um livro aberto.

O livro está presente em ambas os trabalhos em situações em que o papel seria rapidamente destruído, mas eles resistem tornando-se um objeto fortaleza, forte. E, ao mesmo tempo em que resiste, está envolto em uma atmosfera poética, delicada, de movimentos muito leves e sutis.

Os trabalhos não me parecem metáforas do livro em si, mas diálogos com a criação, tanto da literatura como da própria arte.
São trabalhos preciosos que com facilidade nos emprestam um ritmo contemplativo ao visitante. Falo desses trabalhos como se fossem um lugar que visitei e que agora tento recuperar a sensação de estar lá, de ver o tempo passar em um ambiente novo e aconchegante.

Ki-bong Rhee comenta seu trabalho.

Nenhum comentário: