29 de jul de 2016

1


19 maio 16
1
Na saída da barca, que leva os passageiros de Niterói para o Rio de Janeiro, um homem de mais de 60 anos se coloca ao lado da massa que cruza a estação a cada dez minutos. Enquanto as pessoas estiverem passando ele grita: “Taxi no estacionamento”, “Taxi no estacionamento”, “Taxi no estacionamento.” Seu trabalho é avisar que os táxis não visíveis estão disponíveis. Por determinação legal ele não pode usar uma gravação ou um cartaz. Assim ele grita aproximadamente três vezes a mesma frase a cada dez segundos, 18 vezes por minuto, 54 vezes por desembarque, 324 vezes por hora, 2268 “Taxi no estacionamento” por dia.

Nenhum comentário: