19 de jan de 2010

Found-footage e imagens de arquivo

A principal diferença entre o found footage e o arquivo é que um foi encontrado.
Não existe found footage sem uma tomada de posição em relação aquele footage. O Found-footage não existe sem a montagem, sem a intervenção, sem a escritura.
Já o arquivo é amorfo, é isolado de outras imagens, não pertence a uma narrativa ou a uma montagem, carece de significado.

2 comentários:

Fernanda Bruno disse...

Sei não...concordo quanto ao found-footage, mas não quanto ao arquivo. Acho que não dá mesmo para falar em montagem, mas ele não é amorfo nem isento de narrativa. Tradicionalmente, o arquivo é um sistema de ordenação e de classificação de um fatia qualquer da realidade; é um sistema mnemônico e também um penhor para o futuro (Derrida). Vejo forma e narrativa aí, ainda que elas estejam confinadas a técnicas de governo, de contabilidade, de gestão, de conhecimento científico etc. Hoje, contudo, vejo surgir no mundo digital arquivos de outra natureza, resistentes à classificação. A pensar...Já deu para notar que estou com saudades ;)

Migliorin disse...

pois é, quando escrevi amorfo senti que estava simplificando demais a questão.
Vejo talvez uma crença excessiva no sujeito, na arte.
Mas será que é possível falar em narrativa? Forma sim, classificação, ordem, um sistema de poder né? Esses arquivos do mundo digital, duplicando o mundo, talvez escapem a uma disciplinarização, ai, nesse sentido, precisam ser encontrados.